Eu e meus investimentos

Então, passadas as apresentações, neste segundo post vou direto ao que interessa, que é minha relação com a mascada. Não sei se essa expressão é utilizada no Brasil como um todo, mas é termo corrente na terra de onde venho, popularizada pelo mestre Alcemar. Quem é do sul, sabe do que estou falando...

Para o bem e para o mal, desde pequeno, sempre tive preocupação em guardar dinheiro. Não sei explicar o porquê, talvez pela segurança que me proporcionava ter meus trocados. 

Na época do lançamento do Real, lembro quando fui ao banco trocar meus minguados Cruzeiros-Reais pela nova moeda. Enquanto meus amigos só conseguiram notas de R$ 1,00, me senti orgulhoso ao receber R$ 17,00 e ter o beija-flor, a garça e a arara em minha carteira.

Minha família nunca passou por grandes dificuldades financeiras, mas também nunca tive muitas regalias quando pequeno. Vivi uma infância verdadeiramente de classe média (no conceito pré-governo Lula). A prosperidade de minha família veio às custas de trabalho diário, empreendedorismo. Meu crescimento foi resultado de muita dedicação. Por exemplo, estudando em uma biblioteca enquanto muitos amigos provavelmente estavam curtindo o tempo livre. O importante é que pude desfrutar de um ensino de excelente qualidade, que serviu como alicerce para uma boa formação profissional e para que fizesse boas escolhas.

Por que essa introdução?

Apenas para ilustrar que, no pêndulo entre o perdularismo e austeridade, minhas escolhas sempre penderam para o segundo caso. Sou frequentemente chamado de pão-duro e dinheirista, e hoje encaro essas alcunhas como elogios - significa que tenho uma qualidade bastante incomum entre os brasileiros, a disciplina de nunca me permitir gastar o mesmo valor que ganho. E parafraseando o brilhante blog do Viver de Renda, considero a disciplina um dos pilares da independência financeira, junto à inteligência para se tomar boas decisões sobre investimento e à paciência para esperar o fermento dos juros compostos + aportes recorrentes fazer o bolo crescer.

Estou me esforçando para ampliar minha inteligência financeira e sofro eventual falta de paciência, mas isso são outros 500...


E o que já conquistei até agora?

Desde a época de estagiário, fui juntando o faz-me rir devagar e sempre, com pouquíssima instrução sobre o mundo dos investimentos. De início, simplesmente deixava o dinheiro na conta-corrente. Mais tarde, passei a guardar em um fundo do BB com rentabilidade tinhosa. O resumo da ópera é que, exatamente aos 30 anos (novamente, antes tarde do que nunca), estava prestes a juntar meus primeiros R$ 100 mil.

Passados quatro anos - e finalmente tendo descoberto Tesouro Direto, ações e outras possibilidades de renda fixa - multipliquei essa quantia por sete vezes, conforme detalharei em meu próximo post. 

Tenho um salário razoável? Sim, mas não sou médico, tabelião, juiz, ou qualquer dessas carreiras que são tops desde a época do Machado de Assis. E isso nem importa tanto. Quem já está no ramo há mais tempo sabe que o fundamental são os aportes constantes, que só acontecem quando se gasta menos do que se ganha de modo sistemático.

Parece óbvio, o complexo é colocar em prática...

Não há um valor que sintetize o sucesso financeiro. O valor está em se esforçar para crescer sempre, e comparar-se apenas consigo mesmo, independentemente do seu ponto de partida. Sempre haverá alguém em pior ou melhor situação. Falo isso porque tenho horror ao discurso do determinismo social que está tão em voga hoje em dia. A lógica embasada no materialismo histórico tem méritos (isso rende um post), mas pode também levar ao menosprezo do esforço pessoal.

Por mais que me orgulhe de meus investimentos, eles podem ser uma piada para você, e certamente são irrisórios para o Jorge Paulo Lemann. Porém, estou melhor do que ontem, mês passado, ano passado..

Mais detalhes no próximo post.

Abraço a todos!
Progresso material: consequência de mérito ou de berço privilegiado?



Comments

  1. Replies
    1. Obrigado! Espero que continue por aqui!

      Delete
  2. Interessante isso aí, no aguardo de mais post e força na sua caminhada.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Mais posts virão, assim que o tempo permitir. Ainda preciso detalhar meu portfólio de investimentos, o que é o propósito principal deste blog, afinal. Abraço!

      Delete
  3. Investidora IluminatiJuly 21, 2017 at 6:04 AM

    Muito sucesso com seu blog e investimentos! Aguardo novos posts. Gostei muito do texto fluido e muito bem escrito, parabéns!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigado, Investidora Iluminati! Com esse nick, tenho certeza de que vc também está por dentro da mascada, o louva-a-Deus, o bom-jesus, Carpinejar. Continue por aqui!

      Delete
    2. Investidora IluminatiJuly 24, 2017 at 7:54 PM

      Super por dentro da onda Iluminati! Mas não posso contar pra ninguém pra não precisar fazer vítimas hahhah
      Sucesso novamente!

      Delete
  4. Obrigado pela menção e boa sorte no blog!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigado VR, admiro sua trajetória! Principalmente sua capacidade de manter o foco e valorizar cada R$ 100,00 que saem do seu bolso, em que pese o patrimônio já conquistado. Abraços!

      Delete
  5. Parabéns por iniciar o blog e seja bem vindo a Blogosfera!

    A única coisa que não gostei foi o design do blog, mas gosto é gosto né kkk

    Abraços!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Ministro, você não faz ideia de como apanhei até conseguir montar um blog que não parecesse um quadro pós-moderno. Se você visse a bagunça que estava o primeiro design, mudaria de ideia! Hehehehe

      Uma hora eu tomo jeito e organizo melhor o boteco.

      Bacana o seu blog, gostei dos tópicos variados. Abraço!

      Delete
  6. Fala DM,

    Muito interessante seu blog, curti o estilo também, bem clean.

    Já esta no meu blogroll e acompanharei suas postagens,s abraços

    BnA
    Brasileiro na Arábia

    ReplyDelete
  7. Parabéns pelo Blog, Dono da Mascada! Desejo sucesso na sua jornada.

    Abraços!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigado, Marcelo.

      Também dei uma olhada em seu blog, esse post sobre investimento na Rússia está muito bom. Já ouvi falar sobre ETFs de Irlanda, Alemanha, Suécia.. Nada mal a ideia de ter um viés global nos investimentos.

      Vi que você também mantém um ranking de rentabilidade, a exemplo do Mestre dos Centavo$. Vocês poderiam unir forças e formatar o Finansfera's ultimate ranking!

      Abraço, e obrigado pela visita!

      Delete
  8. Seja bem-vindo mestre Iluminati. Abraço!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigado, FB!

      Pelo visto, você também está por dentro da arte Iluminati!

      Excelente trabalho compilando a finansfera, tem muito conteúdo na rede, e pouco tempo para se acompanhar tudo, uma pena para quem tem prazer em tratar de finanças.

      Abraço, espero lhe ver aqui novamente!

      Delete
  9. Gostei do blog, principalmente da maneira como escreve.

    Abs

    Astro

    ReplyDelete
    Replies
    1. Valeu Astro! Alguns blogs da finansfera são imperdíveis para quem aprecia um texto bem escrito. Sugiro o "Seu Madruga Investimentos", ele tem ótimas estórias!

      Abraço!

      Delete
    2. Sim, principalmente as "Crônicas da Matrix".

      abs

      Delete
  10. Mascada

    Seja bem vindo à finansfera... vc começa com um bom patrimônio, já na classe "A" hehehehe
    Esse comportamento poupador / consciente / resilitente / inteligente tem q ser disseminado...

    abraço,
    PD7

    ReplyDelete
  11. Olá PD7,

    Obrigado! Começo a postar meus investimentos, isso sim, mas lá se vão alguns anos nessa empreitada.

    Concordo que esse tipo de pensamento precisa ser compartilhado, a cultura de poupança é escassa no Brasil e isso traz (e poderá trazer) efeitos muito prejudiciais para cada brasileiro e para a economia como um todo. Tenho um post sendo preparado sobre isso.

    Abraço, obrigado por escrever!

    ReplyDelete

Post a Comment