Posts

Fechamento de Janeiro de 2018 - R$ 901.994,79 (6,03%/ 4,74% rentabilidade)

Image
Eis que 2018 iniciou melhor do que o esperado! A marca dos 900K foi batida e agora é contagem regressiva para o milhar. Sei que tem peixe muito mais graúdo na finansfera, com carteiras rendendo regularmente na casa dos 100K. Porém, guardadas as dimensões deste modesto blog, a valorização de janeiro foi a melhor da breve série histórica. Imagino que muitos colegas da web também obtiveram resultados semelhantes, haja visto o salto de 11% do ibovespa no período, alta das FIIs e aumento do preço dos títulos do TD.
O patrimônio da carteira mascada subiu R$ 51.342,05, aumento de 6,03%em relação dezembro. Esse total se divide em R$ 11.000,00 de aportes e R$ 40.342,05 de rentabilidade (4,74%). É momento de comemorar, sim, mas também de lembrar que o ano promete ser de volatilidade, e a subida forte de janeiro pode muito bem contrastar com quedas bruscas eventuais, apesar dos dados que indicam boa recuperação dos fundamentos econômicos - hoje mesmo, os números da produção industrial saíram bas…

Metas para 2018 - rumo ao hexa e ao 1° milhão!

Image
Salve, gurizada medonha!

O post de hoje é ligeiro. Antes que o janeiro termine, registro algumas das metas estipuladas para o 2018. Gosto de traçar objetivos para diferentes aspectos da minha vida particular e penso que trabalhar com metas - realistas e factíveis - é uma excelente estratégia para trazer motivação e mensurar nosso crescimento pessoal. Publicar essas metas na web dá aquela dose de incentivo extra, já que nossos objetivos ficam expostos, e ninguém gosta de fazer feio em meio a tanta riqueza sendo gerada na finansfera!

Essas são as metas que mais fazem sentido para os propósitos do blog:

1 - Alcançar o 1° milhão até a final da Copa de 2018:

Decidi encarar a sugestão do nobre Stifler Pobre como marco temporal para a chegada do primeiro milhar. Tomando como pressuposto aportes mensais de R$ 10 mil e uma rentabilidade média ligeiramente acima de 1%, essa meta me parece bastante razoável. Não seria nada mal ver a chegada dos sete dígitos na conta e comemorar o hexa do Brasil n…

Fechamento de Dezembro de 2017 - R$ 850.652,74 (2,67% rentabilidade)

Image
Antes tarde do que nunca! Aqui está o registro do meu balanço patrimonial de dezembro, e um breve levantamento do crescimento da Carteira Mascada em 2017.

Queria fazer algo mais detalhado, mas comecei a contabilizar meu crescimento patrimonial com maior precisão na metade deste ano, um pouco antes da inauguração do blog. Também estou meio na correria devido a circunstâncias do trabalho. Aqui nos EUA, o mercado já pega fogo logo no dia 2 de janeiro, mesmo com a temperatura beirando os -20 C😖

No saldo geral, 2017 foi um ano muito positivo, e de crescimento pessoal, tanto para mim quanto para minha esposa. Evoluímos em conhecimento (alguns livros, cursos, domínio da língua inglesa), maturidade e experiência de vida (contatos com pessoas dos cinco continentes, viagem a um novo país, assimilação de alguns valores muito saudáveis da cultura norte-americana). Sei que existiriam inúmeras outras formas de enriquecer ainda mais nossa experiência, mas considerando o tanto que nossa vida progred…

Fechamento de Novembro de 2017 - R$ 828.491,63 (+0.65% / - 0,6% rentabilidade)

Image
É pessoal, o bixo pegou no ibovespa em novembro. Nenhuma surpresa, se levarmos em conta a forte alta desde julho, e as variáveis externas e internas que contribuíram para maior aversão ao risco. Quem está mais exposto à renda variável (e ainda não embarcou nas criptomoedas), como é o meu caso, precisou lidar com o azedume do mercado...

Ninguém gosta de ver um negativo na performance do portfólio. No meu caso, depois do tombo em maio último, uma rentabilidade negativa de -0,6% já não tira o sono... Ainda mais depois da mudança de perspectiva que a leitura do Graham me proporcionou, sobre a qual falei no último post.

Gostaria de estar mais assíduo com este blog. Não me falta empolgação para tratar de investimentos! Só não escrevo mais porque o mês foi muito corrido aqui no trabalho, mal consegui comentar nos blogs dos parceiros da web. Também não tenho a mesma desenvoltura de colegas como o Senhor Bufunfa, ou da autora do Independência Financeira ou Morte para pensar em temas variados e…

Por que eu não perdi o sono com a declaração do Temer

Image
Novembro começou o pé esquerdo. Na verdade, desde a segunda metade do mês passado, a percepção de risco dos investidores começou a se elevar, culminando com a declaração incendiária do presidente Temer, que fez o povo do mercado fugir para as colinas...

A julgar pelo sell-off de dias como ontem (o pior desde o Friboigate), parecia que toda a esperança de recuperação havia ido por água abaixo! Não sou sensitivo, mas juro que dava até para sentir, pelo home-broker, a aflição de investidores vendendo todas as suas posições antes que o mercado quebrasse de vez. Acompanhei o mural do GuiaInvest, e encontrei profetas do apocalipse jurando que agora o mercado volta aos 36 mil pontos... Será que se justifica todo esse melodrama?

Apenas a título de opinião, eu concordo com quem disse que a questão sobre a reforma da previdência é uma só: ou sai agora, ou sai no próximo governo. Não há cenário viável para o Brasil sem esse ajuste nas contas públicas.

É claro que o mercado não entende assim, ele…

Fechamento de Outubro/2017 - R$ 823.059,86 (+ 3,56% / +1,05% rentabilidade)

Image
Salve, pessoal!
Nos primeiros dias de outubro, parecia que o forte crescimento dos últimos meses continuaria a todo vapor... O ritmo acabou arrefecendo, devido a vetores internos e externos que todos bem sabem.

Pensando bem, o ibovespa ter ficado estável após os riscos associados a (auto sabotagem palaciana + reforma da previdência definhada + risco Lula + especulações sobre FED e aumento de juros nos EUA + teatro TopeTrump vs Kim Jong-un) foi um resultado notável. 
Do meu escasso conhecimento sobre economia, parece que os fundamentos de retomada da economia estão mesmo se fortalecendo. Só assim para resistir a essa combinação de fatores negativos. 

Principalmente devido ao desempenho da carteira de RV (3,5%), a carteira Mascada conseguiu fechar o mês no verde, com rentabilidade de 1,05%. A performance negativa de Fundos DI (liquidarei minha posição em fundos neste mês) e, principalmente, do Tesouro Direto, diminuíram consideravelmente os resultados. 
Ao contabilizar o aporte do mês …

Fechamento de Setembro/2017 - R$ 794.708,63 (+ 2,93%)

Image
Mais um mês com encerramento bastante satisfatório! Conforme adiantei no post anterior, não realizei aportes em setembro. O mês foi um pouco atribulado e afetou minha concentração para tomar uma decisão consciente. Dessa forma, a rentabilidade de R$ 22.631,95, ou 2,93%, ficou inteiramente por conta da Carteira Mascada! A maior contribuição ficou por conta do portfólio de renda variável (R$ 12.507,80, ou 5,83%, sem somar proventos), seguido de TD.

A carteira fechou setembro da seguinte forma:



Em agosto, desloquei parte da quantia em fundos DI (R$ 40.829) para fundos de investimento imobiliário, valor distribuído de forma equilibrada entre: HGRE11, RNGO11, FVBI11, TBOF11, FIGS11, KNRI11, HGJH11, BRCR11 e MFII11. Fazia um bom tempo que queria incluir FIIs na carteira para diversificá-la e começar a construir um bulk de renda passiva, então iniciarei aos poucos.

Como acumulei o aporte de agosto, neste mês o ingresso de dinheiro novo deverá ser um pouco mais substancial, R$ 20.000,00. E ju…