Posts

Showing posts from 2017

Fechamento de Novembro de 2017 - R$ 828.491,63 (+0.65% / - 0,6% rentabilidade)

Image
É pessoal, o bixo pegou no ibovespa em novembro. Nenhuma surpresa, se levarmos em conta a forte alta desde julho, e as variáveis externas e internas que contribuíram para maior aversão ao risco. Quem está mais exposto à renda variável (e ainda não embarcou nas criptomoedas), como é o meu caso, precisou lidar com o azedume do mercado...

Ninguém gosta de ver um negativo na performance do portfólio. No meu caso, depois do tombo em maio último, uma rentabilidade negativa de -0,6% já não tira o sono... Ainda mais depois da mudança de perspectiva que a leitura do Graham me proporcionou, sobre a qual falei no último post.

Gostaria de estar mais assíduo com este blog. Não me falta empolgação para tratar de investimentos! Só não escrevo mais porque o mês foi muito corrido aqui no trabalho, mal consegui comentar nos blogs dos parceiros da web. Também não tenho a mesma desenvoltura de colegas como o Senhor Bufunfa, ou da autora do Independência Financeira ou Morte para pensar em temas variados e…

Por que eu não perdi o sono com a declaração do Temer

Image
Novembro começou o pé esquerdo. Na verdade, desde a segunda metade do mês passado, a percepção de risco dos investidores começou a se elevar, culminando com a declaração incendiária do presidente Temer, que fez o povo do mercado fugir para as colinas...

A julgar pelo sell-off de dias como ontem (o pior desde o Friboigate), parecia que toda a esperança de recuperação havia ido por água abaixo! Não sou sensitivo, mas juro que dava até para sentir, pelo home-broker, a aflição de investidores vendendo todas as suas posições antes que o mercado quebrasse de vez. Acompanhei o mural do GuiaInvest, e encontrei profetas do apocalipse jurando que agora o mercado volta aos 36 mil pontos... Será que se justifica todo esse melodrama?

Apenas a título de opinião, eu concordo com quem disse que a questão sobre a reforma da previdência é uma só: ou sai agora, ou sai no próximo governo. Não há cenário viável para o Brasil sem esse ajuste nas contas públicas.

É claro que o mercado não entende assim, ele…

Fechamento de Outubro/2017 - R$ 823.059,86 (+ 3,56% / +1,05% rentabilidade)

Image
Salve, pessoal!
Nos primeiros dias de outubro, parecia que o forte crescimento dos últimos meses continuaria a todo vapor... O ritmo acabou arrefecendo, devido a vetores internos e externos que todos bem sabem.

Pensando bem, o ibovespa ter ficado estável após os riscos associados a (auto sabotagem palaciana + reforma da previdência definhada + risco Lula + especulações sobre FED e aumento de juros nos EUA + teatro TopeTrump vs Kim Jong-un) foi um resultado notável. 
Do meu escasso conhecimento sobre economia, parece que os fundamentos de retomada da economia estão mesmo se fortalecendo. Só assim para resistir a essa combinação de fatores negativos. 

Principalmente devido ao desempenho da carteira de RV (3,5%), a carteira Mascada conseguiu fechar o mês no verde, com rentabilidade de 1,05%. A performance negativa de Fundos DI (liquidarei minha posição em fundos neste mês) e, principalmente, do Tesouro Direto, diminuíram consideravelmente os resultados. 
Ao contabilizar o aporte do mês …

Fechamento de Setembro/2017 - R$ 794.708,63 (+ 2,93%)

Image
Mais um mês com encerramento bastante satisfatório! Conforme adiantei no post anterior, não realizei aportes em setembro. O mês foi um pouco atribulado e afetou minha concentração para tomar uma decisão consciente. Dessa forma, a rentabilidade de R$ 22.631,95, ou 2,93%, ficou inteiramente por conta da Carteira Mascada! A maior contribuição ficou por conta do portfólio de renda variável (R$ 12.507,80, ou 5,83%, sem somar proventos), seguido de TD.

A carteira fechou setembro da seguinte forma:



Em agosto, desloquei parte da quantia em fundos DI (R$ 40.829) para fundos de investimento imobiliário, valor distribuído de forma equilibrada entre: HGRE11, RNGO11, FVBI11, TBOF11, FIGS11, KNRI11, HGJH11, BRCR11 e MFII11. Fazia um bom tempo que queria incluir FIIs na carteira para diversificá-la e começar a construir um bulk de renda passiva, então iniciarei aos poucos.

Como acumulei o aporte de agosto, neste mês o ingresso de dinheiro novo deverá ser um pouco mais substancial, R$ 20.000,00. E ju…

Atualizações na Carteira Mascada

Image
Fala galera!

Andei afastado da finansfera nas últimas semanas, mas foi por um bom motivo: resolvi dar um pulo aqui no Brasil. Claro que sempre é bom rever família e amigos, mas dessa vez precisei retornar à terrinha de última hora para tratar da saúde - nada grave, uma cirurgia para tratar de um problema no pé que me incomodava há tempo (quem tem curiosidade, sofria com um Neuroma de Morton). O procedimento, que custaria pelo menos US$ 8 mil na cidade onde moro nos EUA, foi feito aqui no sul do Brasil por R$ 6 mil, num hospital referência em Porto Alegre e com uma equipe médica altamente competente. Moral da história: quem tem comprometimento com a IF economiza em todos os aspectos de sua rotina. Comigo, não poderia ser diferente.

Fazia cerca de um ano e meio que não retornava ao Brasil, e vou chover no molhado ao dizer que fiquei de queixo caído com o preço das coisas por aqui... Vocês, nobres colegas, que conseguem a proeza de economizar na terra brasilis estão de parabéns! Certamen…

Fechamento de Agosto/ 2017 - R$ 772.076,68 (+ 5,42%/ +3,57% rentabilidade)

Image
Olá, colegas investidores!

Agosto terminou com números bastante positivos para a carteiraMascada, contrariando minhas próprias previsões cataclísmicas para o mês do desgosto. 
O portfólio fechou o mês com valor de R$ 772.076,68, o que significa crescimento absoluto de R$ 39.694,57 ou 5,42% em relação ao fechamento de julho.
Aportes foram deR$ 13.500, todo em RV e distribuído entre FESA4, QUAL3, SNSL3 e UNIP6.
O restante, R$ 26.194,57, foram rentabilidade da carteira, ou seja, 3,57%.
Abaixo, a distribuição atualizada da carteira. Em "outros" somei saldo bancário + reserva de emergência + proventos projetados (R$ 1648,23, em boa parte proveniente de UNIP6):




Para setembro, pretendo realizar uma ligeira reformulação. Irei liquidar minha posição no fundo Adam XP (R$ 40.469,00) e aportar o valor em FIIs. Isso por dois motivos: o pífio desempenho do fundo até aqui (principalmente ao considerar a taxa de administração alta e resgate em d+30), e meu interesse em explorar o campo dos …

Ótima dica para os estudiosos da finansfera!

Image
Olá, pessoal!

Hoje vim aqui para repassar uma dica valiosa para quem procura acesso a conhecimento de qualidade, gratuito e em qualquer lugar! Vale a pena visitar o site leLivros (lelivros.stream/).
Não sei se é um site já conhecido entre vocês. Como moro no exterior, não tenho o mesmo acesso à publicidade ou ao boca-a-boca que está rolando por aí. Acabei descobrindo só nesse final de semana, ao procurar no google as dicas de leitura sugeridas pelos colegas da finansfera, em resposta aos meus apelos em post anterior (e que agradeço novamente!).


Fato é que o site mantém um acervo vasto e constantemente atualizado, em diversos gêneros (até um de "regime", para garantir a mente sã no corpo são). Cada um certamente poderá encontrar aquilo que mais lhe agrada.
Na breve pesquisa que fiz sobre finanças e investimentos, encontrei alguns livros potencialmente interessantes - alguns deles me foram recomendados, e outros eu já li e posso atestar a qualidade. Exemplos:
O investidor intel…

Desafios do Brasil na era dos grisalhos - Parte 2

Image
Salve, colegas da finansfera!

Antes de mais nada, quero agradecer a todos que ofereceram sugestões de leitura em meu último post, pretendo levar adiante muitas das indicações. Procurei responder a todos os comentários, mas infelizmente não pude me prolongar muito porque a rotina de trabalho resolveu pegar pesado em agosto, o mês que nunca termina... Também por isso o texto de hoje demorou tanto a sair. 
Na primeira parte deste post, procurei abordar a preocupante situação fiscal brasileira sob a ótica de nossa estrutura demográfica, que nos oferece oportunidades singulares nas próximas décadas, mas também impõe pressões crescentes às contas públicas no longo prazo. Tudo indica que não aproveitaremos todo o potencial do primeiro bônus demográfico (maior proporção histórica da força de trabalho em relação a dependentes inativos), principalmente devido à falta da cultura de planejamento de nossos gestores públicos. 
A boa notícia é que o envelhecimento da população ainda traz outras vant…

S.O.S. Finansfera! Me ajudem a decifrar o mundo das ações!

Image
Salve, pessoal!

A temporada de balanços de 2T17 está aí, confirmando algumas expectativas, frustrando muitas outras, fazendo o dinheiro trocar de mãos... Para mim, está servindo, acima de tudo, para lembrar que continuo um tosco em relação às dinâmicas do mercado de ações (vá lá, talvez não completamente ignorante, mas no máximo um observador interessado). Até aqui, venho me amparando nas análises de colegas da finansfera e de uma ou outra empresa do ramo, que aparentam saber o que estão fazendo. Mesmo colhendo bons resultados financeiros, confesso que me frustra o fato de ainda ser um leigo no assunto, sem capacidade de tomar decisões de maneira autônoma.
Por isso, venho pedir o socorro de vocês. Alguém saberia indicar um material de qualidade para quem deseja um primeiro aprofundamento na análise de viés fundamentalista? 
Tenho uma boa noção de conceitos como LPA, margem EBITDA, P/L, RoE, mas percebo que há divergências entre analistas sobre a importância de cada um desses números. …

Fechamento de Julho /2017 - R$ 732.382,11 (+ 5,59%/ +3,39% rentabilidade)

Image
Salve, povo da finansfera!

Meu primeiro fechamento mensal começa com o pé direito! O portfólio aumentou R$ 38.573 e o patrimônio alcançou R$ 732.382,11, certamente o maior avanço em termos absolutos desde que passei a registrar de forma organizada.

O total seria ainda maior  se eu tivesse contabilizado os proventos a serem pagos pela Unipar, que deverão somar cerca de R$ 4 mil (1000 ações de UNIP6 em carteira). Como ainda não haviam pingado na conta da XP até o fim de julho, prefiro contabilizar esse valor apenas quando estiver garantido.

Quem dera os números fossem sempre assim... Mas a verdade é que estou feliz nem tanto pela mascada, e sim por ter finalmente visto minha carteira render após um tombo significativo que sofri com o Joesley Day. Que alívio! Aquela histeria literalmente me tirou o sono e me fazer perder peso. Provavelmente não passou de aflição de principiante no mundo da renda variável, superada com muito foco no mantra de que, no longo prazo, o fundamento supera o flu…

Desafios do Brasil na era dos grisalhos - Parte 1

Image
Sabe aquele título do Tesouro IPCA 2050 em que você investiu para dar aquela turbinada na aposentadoria?

Pois é, talvez valha a pena resistir à tentação do resgate antecipado. Você poderá precisar mais desse dinheiro do que hoje imagina!

Quando alcançarmos o ano 2050, o Brasil estará sensivelmente diferente, pelo menos no que se refere à estrutura populacional. Estamos vivendo nosso processo detransição demográficarumo ao amadurecimento da população, resultado da gradativa queda nas taxas de fecundidade, acompanhada de um contínuo aumento na expectativa de vida. Em resumo, os brasileiros estão tendo menos filhos, e os adultos de hoje ainda vão aproveitar muitos carnavais.



Como consequência, a estrutura de nossa pirâmide demográfica sofrerá uma transformação significativa nas próximas décadas. Segundo dados do IBGE, deixaremos de ser um país predominantemente jovem...




... Para, em 2050, nos tornarmos um país com muitos grisalhos:


Salvo alguma catástrofe, daqui a 33 anos, os idosos (60 …

Portfólio de investimentos - em busca do primeiro milhão!

Image
Salve, companheiros da finansfera!
Eis que, finalmente, compartilho com vocês a minha carteira de investimentos, tal como se apresenta neste 24 de julho de 2017.  E estou animado nem tanto pelos números em si, pois há muitos blogs com cifras bem melhores por aqui. É muito mais pela possibilidade que tenho de, finalmente, poder discutir investimentos com vocês, (ainda poucos) leitores,  que entendem e se interessam pelo assunto.
Faz alguns anos que vivo no exterior, e em meu ambiente de trabalho a maioria é absolutamente alheia ao que se passa no Brasil. Também não me sinto à vontade discutindo investimentos com os amigos que deixei na minha cidade natal, esse é um lado que prefiro manter no anonimato.
Sendo assim, conto com vocês! Fiquem à vontade para lançar críticas, sugestões e novos pontos de vista em relação ao meu portfólio. Quem enxerga de fora da bolha tem mais chances de perceber defeitos que o observador interno teima em reproduzir. É esse o objetivo principal, e estou ce…

Eu e meus investimentos

Image
Então, passadas as apresentações, neste segundo post vou direto ao que interessa, que é minha relação com a mascada. Não sei se essa expressão é utilizada no Brasil como um todo, mas é termo corrente na terra de onde venho, popularizada pelo mestre Alcemar. Quem é do sul, sabe do que estou falando...

Para o bem e para o mal, desde pequeno, sempre tive preocupação em guardar dinheiro. Não sei explicar o porquê, talvez pela segurança que me proporcionava ter meus trocados. 
Na época do lançamento do Real, lembro quando fui ao banco trocar meus minguados Cruzeiros-Reais pela nova moeda. Enquanto meus amigos só conseguiram notas de R$ 1,00, me senti orgulhoso ao receber R$ 17,00 e ter o beija-flor, a garça e a arara em minha carteira.
Minha família nunca passou por grandes dificuldades financeiras, mas também nunca tive muitas regalias quando pequeno. Vivi uma infância verdadeiramente de classe média (no conceito pré-governo Lula). A prosperidade de minha família veio às custas de trabalh…

Palavras iniciais

Image
Saudações, investidores e curiosos em geral!

É com muita satisfação que anuncio o lançamento deste blog, minha despretensiosa contribuição para a rica troca de informações e experiências que há muito acompanho na nossa finansfera brasileira.

Para quase todo mundo, será mais um blog. Para mim, é a concretização de um pequeno projeto pessoal que vinha sendo gestado há meses, mas nunca saía do papel, seja por falta de tempo, seja por inseguranças pessoais, ou  pela minha tentativa de vir à rede apenas com um projeto pronto e bem-acabado. Ocorre que, no mundo plural e fragmentado de hoje, podemos facilmente (e paradoxalmente) acabar inertes diante da infinidade de possibilidades, opções e estímulos à nossa volta. Dar o primeiro passo, por mais precário que seja, pode significar um avanço muito maior do que se imagina.

Eis que, antes tarde do que nunca, aqui estou! Não pretendo ser o blog mais lido, o mais completo ou apresentar uma carteira insanamente rentável. Mesmo porque a rede já es…